Breve Historial





    Remontam ao século XVI ( o alvará data de 1570 ) as origens da Misericórdia de Alhandra e o início da sua actividade no campo da assistência aos mais carenciados.

Por alvará do Governador Civil de Lisboa ( 1894 ), foi-lhe anexado o Hospital local - Hospital de Caridade de Alhandra - que havia sido instituído em 1851 pela Marquesa da Bemposta ( Subserra).

Nascia a Associação do Hospital Civil e Misericórdia de Alhandra, cujos estatutos seriam aprovados por Alvará do Governo Civil de Lisboa (1914), sendo atualmente considerada Instituição Particular de Solidariedade Social-anteriormente qualificada como pessoa coletiva de utilidade pública administrativa.

Instalada numa área apreciável no centro da vila de Alhandra, a Associação exerceu, de Janeiro de 1935 e praticamente até 1978, a sua atividade como serviço hospitalar e, em 1978, a sua atividade como serviço hospitalar, houve sempre, todavia, uma constante preocupação com o apoio aos Idosos de que constitui prova a existência de duas enfermeiras reservadas desde o inicio a essa assistência.

Com o desenvolvimento do Hospital do Concelho de Vila Franca de Xira, a Associação viu diminuir a sua atividade hospitalar e, e, 1978, adquiriu definitivamente o estatuto de Lar de Idosos, celebrando o primeiro acordo de cooperação com as entidades oficias e garantindo um acolhimento de 60 residentes.

Em 1982, foi alargada a capacidade em 66 utente com a celebração de um novo acordo com o Centro Regional de Segurança de Social de Lisboa, ao qual se juntaram outros dois, criando as valências de centro de dia e de apoio domiciliário para a prestação de serviços a vinte idosos e dez famílias, respetivamente.

Tratando-se, então, do único Lar de idosos do concelho, foi enorme a afluência de pedidos de internamento devido ás grandes carências existentes no que se reporta ao apoio à terceira idade.

Com aquele desenvolvimento as instalações, concebidas para outro fim, rapidamente se mostraram inadequadas e carecidas de funcionalidade facto a que se junta a degradação do imóvel e a insuficiência do equipamento.

Perante tal estados de coisas, as Mesas Administrativas deitaram mãos à obra no sentido de conseguirem a remodelação e a ampliação das instalações, o que foi feito por fases.

A quarta e ultima fase, foi iniciada em Novembro de 1984 e ficou concluída em Outubro de 1996.

A linha arquitectónica e exterior dos edifícios pré-existentes foi integralmente mantida. As obras referidas, para além de aumentarem muito a funcionalidade dos edifícios, permitiram o aumento da capacidade de alojamento de idosos para 124. Também o centro de dia e o apoio domiciliário aumentaram a sua capacidade para 50 e 35 idosos, respetivamente.

É intenção da atual Mesa Administrativa da Associação do Hospital Civil e Misericórdia de Alhandra manter o esforço de melhorar a qualidade de vida dos idosos, continuando o processo de modernização e aquisição de novos equipamentos-